Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos 2018

A convite da associação Clube Amigos da Terra – CAT, do munícipio mato-grossense de Sorriso, o Conselho Regional de Nutricionistas, representado pela Conselheira Gabrieli Comachio, participou nos dias 28 e 29 de maio de atividades da Semana Nacional dos Orgânicos da cidade.

A iniciativa, que tem como principal objetivo divulgar para toda a sociedade os benefícios socioeconômicos e relacionados à segurança alimentar e nutricional da produção e consumo de alimentos orgânicos, é promovida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA em parcerias com diferentes instituições e entidades em diversos municípios brasileiros. Em Sorriso a Semana Nacional dos Orgânicos foi apoiada pelo Sebrae – MT e pela Prefeitura Municipal. Vale ressaltar que o município foi reconhecido como Capital Nacional do Agronegócio, em virtude também da crescente valorização da produção da agricultura familiar e orgânica com produtores certificado, que comercializam para alimentação escolar e consumidores finais.

Em entrevistas para a mídia local, a Conselheira pontuou que os modelos de agronegócios sustentáveis são tendência mundial e apoio à produção orgânica está presente em algumas ações do governo brasileiro, que oferece linhas de financiamento especiais para o setor e incentiva projetos de transição de lavouras tradicionais para orgânica. O Brasil é apontado como o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo, inclusive vários destes proibidos em diversos lugares, como China, Estados Unidos e Europa. E o estado do Mato Grosso o que mais consome agrotóxicos nacionalmente.

Na imagem, a Conselheira Gabrieli Comachio com produtores orgânicos locais e membros do Clube Amigos da Terra.

Ainda segundo Gabrieli “O CRN-1 sempre buscou orientar e afirmar a importância social, econômica e cultural de se promover o consumo dos alimentos produzidos de maneira sustentável. Alimentação saudável pode ser econômica, se evitarmos o desperdício e quando compramos alimentos de produtores locais e que produzam de maneira sustentável, estamos colaborando com toda a cadeia e fortalecendo este tipo de produção.”

Este post foi adicionado em Notícias. Crie um bookmark do link permanente.