Pesquisadores da USP criam software para avaliar nutrição infantil

Um instrumento capaz de aproximar a epidemiologia nutricional e a tecnologia da informação, visando auxiliar a coleta de dados e acelerar procedimentos como a geração de banco de dados e a transmissão e coleta simultânea de dados.

Essa é a proposta do software Sistema para o Monitoramento da Saúde e Nutrição Escolar (Nutrisim), cujo projeto desenvolvido por pesquisadores da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP), “Desenvolvimento e avaliação da usabilidade de um instrumento computadorizado para avaliação e monitoramento da saúde e estado nutricional do escolar”, contou com o apoio da Fapesp na modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular.

O projeto, coordenado pela professora Betzabeth Slater Villar, da FSP-USP, teve como objetivo a criação de uma ferramenta destinada a pesquisadores da área da epidemiologia nutricional e da saúde. De acordo com a professora, o desenvolvimento do software surgiu da necessidade de avaliar o consumo alimentar em crianças, principalmente, entre 5 e 10 anos.

“Avaliar o consumo nessa faixa etária é muito difícil, pois as crianças estão em pleno desenvolvimento cognitivo e a memória é o que mais atrapalha a avaliação do consumo alimentar. Elas não respondem corretamente porque não se lembram ou não têm uma imagem construída do que comeram”, disse Villar.

Villar explica que o estudo para o desenvolvimento e a usabilidade do software envolveu testes com 200 crianças, da 5ª a 8ª série do ensino fundamental – de 7 a 15 anos –, de duas escolas da rede pública de Guarulhos (SP).

Segundo a professora, o Nutrisim avaliou o consumo do dia anterior às respostas, por meio de um método denominado Recordatório de 24 horas Estruturado. Nele, a criança avaliada descreve detalhadamente a alimentação nas últimas 24 horas, informando o tipo de alimento, preparações e porções.

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/pesquisadores-da-usp-criam-software-para-avaliar-nutricao-infantil publicado em 13 de dezembro de 2011

Este post foi adicionado em Notícias. Crie um bookmark do link permanente.