Quem somos

Missão

Contribuir para a saúde da população por meio do exercício profissional ético de nutricionistas e técnicos em nutrição habilitados.

História

Em 1980, um grupo de profissionais que esteve à frente da luta pela aprovação da lei de criação dos Conselhos deu início ao funcionamento do Conselho Regional de Nutricionistas – 1ª Região. A providência mais urgente da primeira gestão era inscrever os nutricionistas, inclusive os formandos da primeira turma do curso de Nutrição da Universidade de Brasília (UnB). Naquele ano, foram inscritos 92 profissionais no Conselho Regional, que funcionava em uma sala cedida ao CFN pelo Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição (Inan).

O início não foi fácil, com poucos profissionais inscritos e verba insuficiente para manutenção da infraestrutura mínima para funcionamento. A solução encontrada pelos conselheiros foi organizar cursos e palestras para arrecadar fundos e subsidiar as atividades. Com a consolidação do Sistema CFN/CRN como um todo, foi possível a compra de sede própria do Conselho Federal e do Regional em Brasília.

A abrangência inicial do CRN-1 era Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso. Entre 1982 e 1990 incorporou os estados do Pará, Acre, Amazonas e Rondônia e os territórios do Amapá e Roraima. Após esse período, esses estados formaram o CRN-7, criado pela Resolução CFN nº 98 de 1990. Tocantins só passou a integrar a 1ª Região em 1991. Para atender ao crescente número de profissionais inscritos, o CRN-1 instalou, além da sede no Distrito Federal, delegacias em Mato Grosso, Goiás e mais recentemente em Tocantins.

Cada gestão que assume a administração do CRN-1 tem deixado sua marca, buscando acompanhar a evolução da profissão e dos profissionais. Isso exige uma administração arrojada, cujas ações vão além das normas legais, que preveem que os Conselhos de Nutricionistas têm por função básica orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão.

Para fortalecer ainda mais o Sistema CFN/CRN 2002 os técnicos em nutrição e dietética também têm se inscrito no CRN, e hoje totalizam 133 registros (dados de março de 2007).