Nova Lei de Inspeção Sanitária de Produtos de Origem Vegetal, Animal e Microorganismos no DF.

No último dia 10 de janeiro foi sancionado pelo governador Rodrigo Rollemberg uma nova lei que dispõe sobre a inspeção sanitária e industrial dos produtos de origem animal, vegetal e de microrganismos processados no Distrito Federal, e dentre outras medidas, estabelece a competência de fiscal agropecuário de inspeção para Nutricionista da carreira de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária.
Conforme salientou a nutricionista Adriana Del Fiaco, da Secretaria de Estado da Agricultura do Distrito Federal, tal lei é “um grande avanço para nossa categoria profissional, por assegurar a previsão legal do nutricionista na equipe multiprofissional de fiscais agropecuários, dentro de suas atribuições profissionais legais, na garantia da segurança dos alimentos produzidos no Distrito Federal. Um importante ganho para a saúde pública do DF”.

Para saber mais sobre a Lei 5.800 acesse https://goo.gl/BAbgx3

Postado em Institucional, Notícias | Tagged , | Comentários desativados em Nova Lei de Inspeção Sanitária de Produtos de Origem Vegetal, Animal e Microorganismos no DF.

Arroz e feijão são os alimentos mais desperdiçados no Brasil

Pesquisa mostra que a dupla representa 38% da comida jogada fora

Imagem: Antônio Cruz / Agência Brasil

Base da alimentação do brasileiro, o arroz e o feijão representam 38% do montante de alimentos jogado fora no país. O dado faz parte da pesquisa sobre hábitos de consumo e desperdício de alimentos, do projeto Diálogos Setoriais União Europeia – Brasil, liderado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) com apoio da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A pesquisa ouviu 1.764 famílias de diferentes classes sociais e de todas as regiões brasileiras. O ranking dos alimentos mais desperdiçados mostra arroz (22%), carne bovina (20%), feijão (16%) e frango (15%) com os maiores percentuais relativos ao total desperdiçado. “A grande surpresa foram as carnes aparecerem com um índice tão alto de desperdício, um produto de alto valor agregado, de alto valor nutricional e que é desperdiçado. E destaco ainda o leite, que é o quinto grande grupo mais jogado fora”, disse o professor de marketing da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da FGV, Carlos Eduardo Lourenço.

Os dados detalhados da pesquisa foram apresentados hoje (20) no Seminário Internacional Perdas e Desperdício de Alimentos em Cadeias Agroalimentares: Oportunidades para Políticas Públicas, na sede da Embrapa, em Brasília (DF).

No Brasil, a média de alimentos desperdiçados por domicílio é de 353 gramas por dia. Individualmente a média é de 114 gramas por dia.

Entre os motivos do desperdício apontados pelos pesquisadores está a busca pelo sabor e a preferência pela fartura dos consumidores brasileiros. O não aproveitamento das sobras das refeições é o principal fator para o descarte de arroz e feijão. “Essa busca pelo sabor e pelo frescor do alimento acaba tendo outro impacto que é o descarte de um excesso ou quando acontece algum evento que muda o planejamento da família”, disse Lourenço, explicando, entretanto que a culinária diversa e saborosa do brasileiro deve ser valorizada.

Como exemplo desses eventos, o professor da FGV cita o caso pesquisado de uma pessoa que, após um churrasco, acabou descartando quatro quilos de carne ou ainda o caso de quem salgou demais o feijão durante o cozimento e acabou jogando a panela toda fora, em vez de tentar recuperar o alimento.

Cultura da abundância

Os resultados mostraram que 61% das famílias priorizam uma grande compra mensal de alimentos, além de duas a quatro compras menores ao longo do mês. De acordo com os pesquisadores, esse hábito leva ao desperdício pois aumenta a propensão de comprar itens desnecessários, especialmente quando a compra farta é combinada com o baixo planejamento das refeições.

Algumas contradições também aparecem entre o público pesquisado. Enquanto 94% afirmam ser importante evitar o desperdício de comida, 59% não dão importância se houver comida demais na mesa ou na despensa. A maioria das famílias (68%) valoriza muito ter uma despensa e geladeira cheias de alimento. “O brasileiro gosta de abundância, é muito comum na nossa cultura”, disse Lourenço.

Outra descoberta relevante da pesquisa é que 43% das pessoas concordam que “os conhecidos jogam comida fora regularmente”, mas quando abordado o comportamento da própria família o problema não aparece tanto. Segundo Lourenço, apesar do grande desperdício, o brasileiro tem a percepção do impacto social desse comportamento e parece ter um esforço de não desperdiçar. “Essa consciência aparece na pesquisa”, disse.

Vilão do desperdício

De acordo com o professor da FGV, o motivador do desperdício é transversal e acontece em todas as classes sociais. “Não há um vilão”, ressaltou Lourenço. “Talvez fosse mais fácil se tivesse, mas é um problema geral da nossa sociedade”. Segundo ele, apenas em hortaliças o desperdício acontece mais nas classes A e B do que nas classes C e D.

Para o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, é preciso atuar em todos os elos da cadeia: evitar que o produto fique no campo, com tecnologias e capacitações tecnológicas que aumentem a produtividade e preservem o meio ambiente; garantir que o alimento chegue à mesa do consumidor, com a comercialização in natura ou para agroindústrias; e educar as pessoas para ao consumo, para evitar o desperdício.

“Um terço de toda a produção agrícola está sendo desperdiçada, seja no pós-colheita, seja em toda a cadeia de alimentos. Se combatêssemos isso com efetividade, estaríamos combatendo a fome e diminuindo a pressão sobre nossas florestas e nossos recursos naturais”, disse.

Design dos alimentos

A pesquisa iniciou com uma fase qualitativa, na qual 62 consumidores foram entrevistados em supermercados, lojas de conveniência e feiras livres. A coleta de dados envolveu um grupo de pós-graduandos europeus das universidades de Bocconi (Itália), St Gallen (Suíça), Viena (Suíça) e Groningen (Holanda). O objetivo foi avaliar hábitos de compra e consumo de alimentos dos brasileiros, a partir do olhar dos europeus.

“Os estudantes europeus ficaram impressionados com a quantidade dos alimentos adquiridos pelos brasileiros, principalmente nas compras semanais”, disse Lourenço, contando que os estudantes se perguntavam por que nas lojas de conveniência, onde as compras são menores, os carrinhos utilizados eram enormes.

Na segunda fase da pesquisa, foi utilizado um painel com mais de 600 mil consumidores brasileiros. Depois de uma triagem, foram selecionadas três mil pessoas de todo o país e, dessas, 1.764 participaram efetivamente da primeira fase quantitativa da pesquisa. Entre elas, 638 famílias participaram também do preenchimento de um diário alimentar, que incluiu dados sobre quantidades desperdiçadas e fotos dos alimentos descartados.

Nessa etapa, foi observado que o brasileiro está mais preocupado com sabor e aparência dos alimentos, do que em consumir alimentos saudáveis ou pouco calóricos. Para o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, na hora da compra, o brasileiro exalta mais o design dos alimentos do que seu valor nutricional. “Temos uma cultura de expor em excesso, de exaltar o visual. Quando entramos no supermercado é ótimo ter gôndolas cheias de alimentos bonitos e polidos, consumimos primeiro com os olhos para depois pensar na consequência desse consumo”, disse.

Segundo Lopes, esse problema de consumo tomou grandes dimensões no sistema agroalimentar e faz com que a perda e o desperdício sejam quase que necessário. “Do ponto de vista da produção, muitas vezes faz mais sentido deixar os alimentos se perderem do que viabilizar outra rota de uso para esses produtos”, disse, explicando que, quando se fala em desperdício, não é só de alimento, mas de água, energia e mão de obra, além da emissão de gases de efeito estufa em toda essa cadeia. “Os números dessa pesquisa são nada menos que alarmantes”, ressaltou.

Engajamento

Por fim, na terceira fase da pesquisa, foi realizado um levantamento de dados em blogs e redes sociais como Facebook e Twitter, com o objetivo de avaliar como o tema desperdício de alimentos foi propagado na internet nos últimos meses. Os resultados indicaram que 75% desse assunto é tratado por instituições públicas e privadas e há pouco envolvimento das pessoas nesse tema.

Para Lourenço, é preciso pensar em estratégias de comunicação para sensibilizar e engajar o público nessa causa. “Há um esforço institucional que não reverbera nas pessoas, elas não reportam, não fazem a viralização, então a informação não se propaga”, destaca o professor da FGV. “Nos surpreendeu como ainda não conseguimos engajar o brasileiro num assunto que é tão relevante”.

As ações de cooperação para o combate ao desperdício alimentar, financiada pela União Europeia, são desenvolvidas com outros parceiros, como o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e a organização não-governamental WWF-Brasil.

Segundo o embaixador da União Europeia no Brasil, João Gomes Cravinho, o tema não tem audiência nos debates públicos como deveria ter, mas quando a perspectiva é de 10 bilhões de pessoas no planeta em 2050, é preciso pensar em formas de alimentar essas pessoas com alimentos seguros e nutritivos.

“É fundamental que saibamos escolher políticas públicas que não nos obrigue a escolher entre alimentar o planeta ou salvar o planeta. A produção deve se tornar cada vez mais sustentável e menos um peso para os nossos recursos naturais”, disse.
Fonte: Agência Brasil

Postado em Notícias | Tagged | Comentários desativados em Arroz e feijão são os alimentos mais desperdiçados no Brasil

Certificados Ciclo de Palestras Mês do Nutricionistas DF

Já estão disponíveis os certificados para os participantes do Ciclo de Palestras Mês do Nutricionista DF.
Confira a lista abaixo para acessar o seu.

06/08 – Sustentabilidade: o novo caminho para a produção de refeições – UNICEUB
Certificados disponíveis aqui

08/08 – Cuidados Paliativos: Pacientes Oncológicos – IESB
Certificados disponíveis aqui

14/08 – Consultório de nutrição: novidades, ferramentas e a Ciência dentro do atendimento nutricional – Uniplan
Certificados disponíveis aqui

15/08 – Aleitamento Materno e prevenção e controle da obesidade: um olhar da Saúde Coletiva – Unieuro
Certificados disponíveis aqui

16/08 – Nutrigenômica – Faculdade LS
Certificados disponíveis aqui

22/08 – Nutrição Funcional e Comportamental – Faciplac
Certificados disponíveis aqui

23/08 – Sistematização do cuidado de Nutrição na atenção domiciliar – UNIP
Certificados disponíveis aqui

27/08 – Nutrição Esportiva – Universidade Católica
Certificados disponíveis aqui

29/08 – Nutrição e Comportamento – UniProjeção
Certificados disponíveis aqui

30/08 – Ética e Formação Profissional – UnB e CRN-1
Certificados disponíveis aqui

Postado em Notícias | Comentários desativados em Certificados Ciclo de Palestras Mês do Nutricionistas DF

Dia do Nutricionista 2018 – Tocantins

Para celebrar o Dia do Nutricionista no estado de Tocantins, o CRN-1, em parceria com a Universidade Federal do Tocantins, gostaria de convidar  nutricionistas e estudantes de Nutrição do estado, para participarem da Jornada de Nutrição do Tocantins: Técnicas e Saberes e da IV Semana Acadêmica de Nutrição da UFT,

Contando com uma variada agenda de atividades, os eventos acontecerão entre os dias 27 e 31 de agosto no Campus da UFT em Palmas, sempre a partir das 8h.
As inscrições já estão disponíveis através do formulário de inscrição e custam 1 kg de alimento não perecível.

Confira abaixo a programação abaixo e participe!

27 de agosto

Palestra “Saúde Mental e suas repercussões no mundo do trabalho e na vida acadêmica.”
Profª Drª Lilliam Deisy Ghizoni
Cassima Duarte

Palestra “Fortalecimento da categoria, perspectivas das entidades no Tocantins.”
CANUT, CRN1, ENEN, FNN, SINTRAS E SISEPE

Palestra “Programa Integrado de Residências em saúde em Palmas: qual a contribuição para a formação do nutricionista.”
Fernanda C. M. Noleto
Lorenna Martins

28 de agosto

Mesa de Discussão: Nutrição e Esporte
“Bases bioquímicas, fisiológicas e comportamentais no emagrecimento”
Fernando Miguel Pedroso 
“Nutrição e hipertrofia”
Ana Júlia Rosa Barcelos

Palestra”Alimentação consciente e intuitiva”
Profª Drª Fabiane Aparecida Canaan Rezende

Palestra “Suplementação na gestação.”
MSc Lucia Helena Almeida Gratão

Palestra “Empreendedorismo em Nutrição.”
MSc Tatiana Evangelista da Silva Rocha

29 de agosto

Mesa de DiscussãoAmamentação e Alimentação Complementar.
“Amamentação sob a perspectiva sócio-cultural.”
Profª Drª Christine Ranier
“Amamentação e a introdução de alimentos no retorno materno ao trabalho: uma responsabilidade social.”
Profª Drª Renata Monteiro

Mini Curso: Aleitamento maternotópicos sobre o manejo e a situação atual no Tocantins
Esp. Walkiria Sousa

Palestra “Nutrição Clínica- terapia nutricional para o paciente hospitalizado com câncer.” Profª Drª Araída Dias Pereira

Palestra “Ética profissional – A nutrição em tempos midiáticos-ética é a essência.”
Profª Drª Renata Monteiro

30 de agosto

Mini Curso: PNAE – A operacionalização do programa pelo Nutricionista.
Equipe CECANE

Palestra “Experiências Exitosas”
Maura Fernandes Moreira

Mini Curso: UAN – Gestão de UAN e qualidade no atendimento.
MSc Nutr. Aldemir Mangabeira

Mini Curso: PNAN-o trabalho do nutricionista nos programas do SUS.
MSc Salete T. Rauber Klein
MSc Renata Andrade de Medeiros Moreira

Palestra “Novas estratégias no atendimento nutricional.”
MSc Kênia Machado

31 de agosto

Debate “Cultura Alimentar e Gastronomia.
Mediadora: Tayná Marajoara

Para maiores informações e os horários das atividades  clique aqui.

Postado em Notícias | Tagged , | Comentários desativados em Dia do Nutricionista 2018 – Tocantins

Dia do Nutricionista 2018 – Goiás

Para comemorar o Dia do Nutricionista no estado de Goiás, em 2018 o CRN-1 repete a parceria com o Sindicato dos Nutricionistas do Estado de Goiás – SINEG, e promoverá a IIIV Jornada Goiana de Atualização em Nutrição no próximo dia 25, a partir das 8h no Auditório da Faculdade de Medicina da UFG. Com um formato diferente de anos anteriores, essa edição contará com uma conferência magna no período da manhã e 8 opções de mini cursos no período da tarde (cada participante tem direito a participar de 2 mini cursos).

Além da Jornada, também haverá o já tradicional Jantar de Homenagem ao Dia do Nutricionista no dia 31 de agosto, data em que é comemorado o Dia do Nutricionista.

Para maiores informações e inscrições, acesse jornadanutrigo.com.br e participe. As vagas são limitadas.

Postado em Cursos e Eventos, Notícias | Tagged , | Comentários desativados em Dia do Nutricionista 2018 – Goiás

Mês do Nutricionista 2018 – DF

 

O Dia do Nutricionista é comemorado no dia 31 de agosto, e para celebrar a data o CRN-1, em parceria com 10 Instituições de Ensino Superior do Distrito Federal, realizará pela primeira vez em Brasília o Ciclo de Palestras Mês do Nutricionista do DF.
O evento, aberto para Nutricionistas e estudantes de Nutrição, abordará temas nas diferentes áreas da Nutrição e Alimentação e também relacionados à atuação profissional, como Nutrição Esportiva, Saúde Coletiva, Nutrigenômica, dentre outros.
O primeiro encontro acontece no próximo dia 06 no Campus Asa Norte do Uniceub, com o tema “Sustentabilidade: o novo caminho para a produção de refeições” e as inscrições já está abertas.
Confira abaixo o cronograma e programações de cada data e faça sua inscrição. Mas fique ligado nas datas de abertura dos lotes, pois as vagas são limitadas.

Cronograma

06/08 – Sustentabilidade: o novo caminho para a produção de refeições – UNICEUB
Certificados disponíveis aqui

08/08 – Cuidados Paliativos: Pacientes Oncológicos – IESB
Certificados disponíveis aqui

14/08 – Consultório de nutrição: novidades, ferramentas e a Ciência dentro do atendimento nutricional – Uniplan
Certificados disponíveis aqui

15/08 – Aleitamento Materno e prevenção e controle da obesidade: um olhar da Saúde Coletiva – Unieuro
Certificados disponíveis aqui

16/08 – Nutrigenômica – Faculdade LS
Certificados disponíveis aqui

22/08 – Nutrição Funcional e Comportamental – Faciplac
Certificados disponíveis aqui

23/08 – Sistematização do cuidado de Nutrição na atenção domiciliar – UNIP
Certificados disponíveis aqui

27/08 – Nutrição Esportiva – Universidade Católica
Certificados disponíveis aqui

29/08 – Nutrição e Comportamento – UniProjeção
Certificados disponíveis aqui

30/08 – Ética e Formação Profissional – UnB e CRN-1
Certificados disponíveis aqui

Postado em Notícias | Comentários desativados em Mês do Nutricionista 2018 – DF

Dia do Nutricionista 2018 – Mato Grosso

Para celebrar o Dia do Nutricionista, o CRN-1 tem o prazer de convidar os nutricionistas e estudantes de Nutrição para participar do Ciclo de Palestras do Mês do Nutricionista de Mato Grosso.

Confira a programação e participe!

Cuiabá
*Palestra “Novo Código de Ética e Conduta do Nutricionista”
31.07.2018 às 19h, no Auditório da UNIC – Campus Beira Rio
Palestrante: Dra Lorena Chaves –  Conselheira CFN
Inscrições aqui

Barra do Garças
*Palestra “Novo Código de Ética  e Conduta do Nutricionista”
02.08.2018, às 19h no Anfiteatro Municipal Fernando Peres de Farias
Palestrante: Dra Gabrieli Comachio – Conselheira CRN-1
Certificados disponíveis aqui

Bate-papo com estudantes “Comportamento do Nutricionista no mercado de trabalho”
03.08.2018, às 19h no Anfiteatro Municipal Fernando Peres de Farias
Palestrante: Dra Gabrieli Comachio – Conselheira CRN-1
Certificados disponíveis aqui

VAGAS LIMITADAS

*Exclusivo para nutricionistas

Apoio:  Unic e Univar
Parceria: Fasipe, UFMT, Univag e Sinut-Mt

 

Postado em Notícias | Comentários desativados em Dia do Nutricionista 2018 – Mato Grosso

Anvisa aprova marco regulatório específico para suplementos alimentares.

Os suplementos alimentares passaram a contar com uma regulamentação específica. A Diretoria Colegiada (Dicol) da Anvisa aprovou, nesta terça-feira (17/7), um novo marco regulatório para estes produtos, que podem conter em sua composição diferentes nutrientes, substâncias bioativas, enzimas e probióticos. Para começar a valer, o regulamento precisa ser publicado no Diário Oficial da União, o que deverá ocorrer na próxima semana.

A nova regulamentação contribuirá para o acesso dos consumidores a suplementos alimentares seguros e de qualidade e ajudará a reduzir a assimetria de informações existente nesse mercado, especialmente no tocante à veiculação de alegações sem comprovação científica.

Uma Resolução de Diretoria Colegiada (RDC), que será publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União (DOU), trará os requisitos sanitários gerais destes produtos, incluindo regras de composição, qualidade, segurança e rotulagem. Além disso, a Anvisa também publicará uma Instrução Normativa (IN), que trará a lista dos ingredientes permitidos e das alegações autorizadas. Essa IN, que será atualizada periodicamente, também estabelecerá limites mínimos e máximos para cada substância, de acordo com grupo populacional, como crianças, gestantes e lactantes.

Junto com esses normas, a Agência também publicará uma RDC que trata sobre aditivos e coadjuvantes de tecnologia permitidos para estes produtos, além de uma RDC sobre estudos necessários para comprovar a segurança e a eficácia dos probióticos (micro-organismo vivo que, quando administrado em quantidades adequadas, confere um benefício à saúde do indivíduo).

As empresas terão cinco anos para adequarem os produtos que já estão no mercado à nova norma. Somente após a publicação das novas normas no Diário Oficial da União é que será concretizada a mudança proposta e começará a contagem do prazo.

Debate

Antes de regulamentar o tema, a Anvisa realizou diversas reuniões com os setores interessados no tema. Também considerou a opiniões, críticas e sugestões da sociedade civil e entidades por meio de seis consultas públicas.

Fonte: Anvisa

Postado em Notícias | Tagged , , | Comentários desativados em Anvisa aprova marco regulatório específico para suplementos alimentares.

CRN-1 recebe Coordenadores de Ética do Sistema CFN/CRN em Brasília

No último sábado (23), foi realizado na sede do CRN-1 em Brasília, o 2º Encontro dos Coordenadores de Ética do Sistema CFN/CRN, que contou com a presença de todos os Coordenadores de Comissão de Ética do Sistema, assim como representantes das equipes Técnicas de 5 Regionais e do Federal e dos Assessores Jurídicos do CRN-1 e do CFN.
A reunião teve como pauta assuntos relacionados ao Novo Código de Ética do Nutricionista, que entrou em vigor no início de junho.

Postado em Notícias | Tagged , , | Comentários desativados em CRN-1 recebe Coordenadores de Ética do Sistema CFN/CRN em Brasília

I Jornada de Atualização do Técnico em Nutrição e Dietética do DF – Certificados

Certificados

ADELICE SILVA LOUZEIRO ROCHA
ALESSANDRA FERREIRA LOPES
ALINE DE SOUZA CRUZ
AMANDA CRISTIANE DE ALMEIDA
ANA CLARA PASSOS DA SILVA
ANA LUCIA DE LIMA
ANA MARIA GALENO MORAIS
ANA PAULA DA MATA SANTOS
ANDRÉ LUÍS NUNES DE SOUSA BASTO
ANDRESSA ALVES SILVA VIEIRA
ANNA BEATRIZ DE SOUSA GONÇALVES
AYLA DARLY REIS LOPES BOUCHER
BRUNA CARLA OLIVEIRA DOS SANTOS
BRUNA MOURA ALBINO
CAROLINE GOMES DE JESUS
CLARIANE RAMOS LÔBO
CLEIDE SOUZA DE OLIVEIRA ESTEVES
CLEZIA DE LIMA ALVES
CRISLEY LORRANE ALVES GOMES PEREIRA
CRISTIANE SILVA OLIVEIRA
CRISTINA DE JESUS AMARAL
DANIELLEN DA SILVA MELO
DAYANE BARROS BARBOSA
DEISILANE DE OLIVEIRA FRANÇA DA SILVA
DENISE SILVA SANTOS
DIANA MOURA DE SOUSA
DILMA MARIA DOS REIS GODOY
DOUGLAS ALVES FERNANDES CORREA
EDILENE CAMPOS DE ARAUJO
EDILENE DUTRA DA C. DOS SANTOS
EDNA ROQUE DE CARVALHO COSTA
EDNACY RODRIGUES DA SILVA
ERICKA GOMES BATISTA
FERNANDA SOUSA AQUINO
FLÁVIA CRISTINA CAMPOS GOMES
FLÁVIA MARQUES CORREIA DOURADO
GABRIEL FERREIRA
GABRIELA DE FARIAS MARTINS
GILDO DE OLIVEIRA RIBEIRO
GISLAINE BASTOS DOS SANTOS
GRACE KELLY RODRIGUES DA SILVA
HIGUEA RIBEIRO GOMES
IANA RAQUEL SOUSA SANTOS
IASMYN MARQUES RABELO
IGOR CÉSAR DE PAULA DOS SANTOS
IRIANE MENESES BARRENSE
JACKELINE BARCELOS PONTES
JACQUELINE BORGES MONTEIRO
JACQUELINI DO SOCORRO LIMA
JACYARA CANTANHEDE SOUSA
JANAÍNA TORRES ROCHA
JOSEANE BATISTA DIAS
KARINE DA PONTE PEREIRA
KARINNY ALMEIDA MELO
KÁSSIA HELLEN DA SILVA BEZERRA
KAYLA PEREIRA MOTA
KELLY CRISTINE FÉLIX DE SOUSA
KLEBER JARLEY DE OLIVEIRA SANTOS
LANNA RAYSSA DOS SANTOS
LARISSA DO CALMO RODRIGUES
LARYSSA YORRANA CAMPOS PEREIRA
LORRANE OLIVEIRA DA SILVA
LOYANNE DESSOLES MARIANO
LUADNE SILVA SANTOS
LUANA ALMEIDA DAS CHAGAS
LUANA BEATRIZ DE LIMA RAMOS
LUANA DE MOURA VITAL
LUANA MACIEL DI ARAUJO VIEIRA
LUANA MODESTO DE OLIVEIRA CARDOSO
LUCIANO FERRA DE SOUSA
LUCILENE DA COSTA SILVA DE QUEIROS
LUDIMILA MARTINS ALVES
MARCOS ALEXANDRE ANDRADE MENDES
MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA
MARIA BERNARDINA PÊGO DE SOUSA
MARIA DA PAZ DE JESUS NEVES
MARIA DAURIA DA SILVA
MARIA DE FÁTIMA DOS SANTOS REIS BRUSKI
MARIA PONICIANA SANTOS REIS
MARIFRANCE GOUVEIA CARDOSO
MARÍLIA MESQUITA DE GUSMÃO CARVALHO
MARINA RODRIGUES DOS SANTOS
MARLI SILVA SANTOS DE ALENCAR
MATHEUS FERREIRA DE CARVALHO
MAURICIO GALVÃO NETO
MAYNARA VANESSA DA SILVA RIBEIRO
MIRELLA GIAMMARIA DE SOUZA
MONIQUE NEVES SOUTO MALAQUIAS
NILSON ANTÔNIO LIMA
PAULA ALINNE ARAÚJO DA SILVA
PAULA KLISSY PAULINO DE SOUZA
PRISCILA RODRIGUES DOS SANTOS BARBOSA
RAFAELA TAINÁ MARQUES LEMOS
RAINARA LANE DAMASCENO
RAISSA GOMES DA SILVA
RAYANE ESTÊVÃO MOURA
REJANE SILVA SANTOS
RITA ALVES FERREIRA
RITA TEIXEIRA DE OLIVEIRA
RONILDA APARECIDA DA SILVA
RUTH HELIDA SANTOS
SÂMALA IRYS DOS SANTOS FERNANDES
SAMYRA DE SOUZA ALVES
SARAH DE JESUS AMARAL
SILVANIA NASCIMENTO DE SOUSA PALHANO
SUYANE DE SOUZA MOREIRA
TAMIRIS DA SILVA GOMES
TATIANE LINS DE SOUSA DUTRA
TELMA LINS
THAIZA CRISTINE MARTINS FARIAS
THALITA PEREIRA DO AMARAL
THAMYRES NUNES SANTOS
THAYZE MARA TAROUQUELA DA SILVA QUIRINO
VANESSA MOREIRA DE LIMA
VICTORIA MOREIRA ABREU
VILMAR FREIRE DA SILVA
VIVIANE DE BRITO DA SILVA
WALLISSON CÉSAR SOUZA
WANESSA FERNANDES MOURATO

 

Em comemoração ao Dia Do Técnico em Nutrição e Dietética, o Conselho Regional de Nutricionistas promoverá esse ano a I Jornada de Atualização do Técnico em Nutrição e Dietética do DF.

O evento contará com um dia de programação totalmente voltado para o técnico, no qual serão apresentadas as novas Resoluções referentes às áreas de atuação e fiscalização do TND e também temas relacionados ao mercado e ao desenvolvimento do trabalho dos técnicos em Nutrição.

PROGRAMAÇÃO

08h30 – Credenciamento

09h – ABERTURA ESPECIAL – Aldemir Mangabeira – Presidente CRN-1

09h45 – Palestra – Novas resoluções CFN e suas implicações – Camila Córdova – Conselheira CRN-1

10h – Mesa Redonda  – Atribuições do TND e as mudanças na Resolução CFN nº 605/2018”       

Nutrição em Alimentação Coletiva e Nutrição na Cadeia de Produção, na Indústria e no Comércio de Alimentos – Thayze Tarouquela

Nutrição Clínica – Jaqueline Pontes

Nutrição em Saúde Pública – Monique Neves (PNAE) e Clara Freire

11h40 – Debate e Perguntas do Público

12h20 – Intervalo para Almoço

14h – Palestra – Instrução Normativa 16/2017 – Regulamento Técnico de Boas Práticas para Estabelecimentos Comerciais de Alimentos e para Serviços de Alimentação – André Godoy – VISA/DF

15h – Palestra – Aplicação do Guia Alimentar da População Brasileira – Maria da Penha Ferrer de Francesco Campos – Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição – Ministério da Saúde

 

Vale lembrar que o evento é gratuito para profissionais e estudantes, mas as vagas são limitadas.

Postado em Notícias | Comentários desativados em I Jornada de Atualização do Técnico em Nutrição e Dietética do DF – Certificados

Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos 2018

A convite da associação Clube Amigos da Terra – CAT, do munícipio mato-grossense de Sorriso, o Conselho Regional de Nutricionistas, representado pela Conselheira Gabrieli Comachio, participou nos dias 28 e 29 de maio de atividades da Semana Nacional dos Orgânicos da cidade.

A iniciativa, que tem como principal objetivo divulgar para toda a sociedade os benefícios socioeconômicos e relacionados à segurança alimentar e nutricional da produção e consumo de alimentos orgânicos, é promovida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA em parcerias com diferentes instituições e entidades em diversos municípios brasileiros. Em Sorriso a Semana Nacional dos Orgânicos foi apoiada pelo Sebrae – MT e pela Prefeitura Municipal. Vale ressaltar que o município foi reconhecido como Capital Nacional do Agronegócio, em virtude também da crescente valorização da produção da agricultura familiar e orgânica com produtores certificado, que comercializam para alimentação escolar e consumidores finais.

Em entrevistas para a mídia local, a Conselheira pontuou que os modelos de agronegócios sustentáveis são tendência mundial e apoio à produção orgânica está presente em algumas ações do governo brasileiro, que oferece linhas de financiamento especiais para o setor e incentiva projetos de transição de lavouras tradicionais para orgânica. O Brasil é apontado como o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo, inclusive vários destes proibidos em diversos lugares, como China, Estados Unidos e Europa. E o estado do Mato Grosso o que mais consome agrotóxicos nacionalmente.

Na imagem, a Conselheira Gabrieli Comachio com produtores orgânicos locais e membros do Clube Amigos da Terra.

Ainda segundo Gabrieli “O CRN-1 sempre buscou orientar e afirmar a importância social, econômica e cultural de se promover o consumo dos alimentos produzidos de maneira sustentável. Alimentação saudável pode ser econômica, se evitarmos o desperdício e quando compramos alimentos de produtores locais e que produzam de maneira sustentável, estamos colaborando com toda a cadeia e fortalecendo este tipo de produção.”

Postado em Notícias | Comentários desativados em Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos 2018

Campanha do Dia Mundial do Meio Ambiente 2018 trata da poluição plástica.

 

Em 2018, o Dia Mundial do Meio Ambiente traz o tema #AcabeComAPoluiçãoPlástica, que visa chamar atenção para o enfretamento da poluição plástica, principalmente quando relacionada ao lixo marinho. Estima-se que na última década se produziu mais plástico do que em todo o século passado e que se o problema da produção em grande escala e o descarte inadequado não forem solucionados, em 2050 poderá haver mais plástico que peixes nos oceanos.
E vale lembrar que o combate ao desperdício de alimentos também é uma forma de se preservar o meio ambiente e combater a poluição plástica.
Para saber mais sobre a questão e o que pode ser feito, acesse o portal das Nações Unidas no link http://bit.ly/2kLLw7C
Fonte: Nações Unidas

Postado em Notícias | Comentários desativados em Campanha do Dia Mundial do Meio Ambiente 2018 trata da poluição plástica.

A Educação Alimentar e Nutricional é atividade a ser exercida pelo nutricionista?

A Lei nº 13.666/2018, que entrará em vigor a partir de novembro de 2018, acrescenta ao artigo 26 da Lei nº 9.394/1996 (Lei de Diretrizes e Bases) que “a educação alimentar e nutricional será incluída entre os temas transversais” nos currículos da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino médio.

Do ponto de vista legal e normativo, a Educação Alimentar e Nutricional (EAN) está inserida no Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Plansan); no Plano Plurianual do governo (PPA 2016-2019); na Política Nacional de Alimentação e Nutrição (Pnan); na Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PNSAN); na Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS); na Lei nº 11.947/09, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae); na Resolução FNDE nº 26/2013; bem como no Plano de Ações Estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis e, mais especificamente, no Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas.

No âmbito internacional, a EAN está inserida na Estratégia Global para a Alimentação do Bebê e da Criança Pequena (WHA, 2002); na Estratégia Global para a Promoção da Alimentação Saudável, Atividade Física e Saúde (WHO, 2004); bem como na Década de Nutrição da ONU, estimulando a proteção social e a educação relacionada à nutrição para todos. Ou seja, são abundantes os fundamentos legais e normativos sobre o tema.

Em 2012, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome definiu, no Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional, o conceito de EAN para as políticas públicas de promoção à saúde e à segurança alimentar e nutricional:

“Educação Alimentar e Nutricional, no contexto da realização do Direito Humano à Alimentação Adequada e da Garantia da Segurança Alimentar e Nutricional, é um campo de prática contínua e permanente, transdisciplinar, intersetorial e multiprofissional, que visa promover a prática autônoma e voluntária de hábitos alimentares saudáveis. A prática de EAN deve fazer uso de abordagens e recursos educacionais problematizadores e ativos, que favoreçam o diálogo junto a indivíduos e grupos populacionais, considerando todas as fases do curso da vida, etapas do sistema alimentar e as interações e significados que compõem o comportamento alimentar.”

A Lei nº 8.234/1991 prevê que o nutricionista tem, entre as suas atividades privativas, as ações de Educação Nutricional.

“Art. 3º São atividades privativas dos nutricionistas: VII – assistência e educação nutricional e coletividades ou indivíduos, sadios ou enfermos, em instituições públicas e privadas e em consultório de nutrição e dietética.”

Portanto, devemos considerar que as atividades de educação nutricional permeiam todas as atividades do nutricionista, extensas aos diversos campos de atuação profissional, ficando mantida a singularidade do conceito de EAN contido no Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as políticas públicas (Brasil, 2012).

Nas últimas décadas, com a expansão das políticas públicas de segurança alimentar e a consolidação das políticas públicas de alimentação e nutrição que o País experimentou, intensificou-se o acréscimo dessa linha de ação em diversos planos, projetos e estratégias, ainda que persista o desafio sobre a compreensão da dimensão multiprofissional e transdisciplinar além do componente biológico e, principalmente, quem de fato pode ou deve estar na linha de frente dessas atividades.

No aspecto da abordagem ampliada, pesquisa sobre práticas de EAN — realizada, em 2015, pelo Cecane/UFG, como parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) —, mostrou que 72,4% das ações eram desenvolvidas por meio de palestras, seguidas de atividades lúdicas (48,3%). O estudo também identificou que essas atividades eram aplicadas nas disciplinas de Ciências e Matemática. Outro registro da pesquisa é que as principais dificuldades para a aplicação das ações eram a falta de conhecimento e a baixa adesão da comunidade escolar (diretores, professores, estudantes, pais, cozinheiros e agricultores familiares).

A Política Nacional de Alimentação Escolar, mais especificamente o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e a Resolução FNDE nº 26/2013, prevê que o nutricionista, na condição de responsável técnico pelo programa, coordene as ações de Educação Alimentar e Nutricional, que são o conjunto de ações formativas, de prática contínua e permanente, transdisciplinar, intersetorial e multiprofissional, que objetiva estimular a adoção voluntária de práticas e escolhas alimentares saudáveis, assim como colaborar para a aprendizagem, o estado de saúde e a qualidade de vida do indivíduo (grifo nosso).

“CAPÍTULO V
DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL E DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL
Art. 12. A coordenação das ações de alimentação escolar, sob a responsabilidade dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e das escolas federais, será realizada por nutricionista habilitado, que deverá assumir a responsabilidade técnica do Programa, respeitando as diretrizes previstas na Lei n° 11.947/2009 e em legislações específicas, dentro de suas atribuições”.

De qualquer forma, essas ações estarão contribuindo para a agenda prioritária de controle, prevenção e erradicação dos agravos decorrentes da má alimentação, bem como são fundamentais para a formação de ambientes alimentares saudáveis nas escolas como resposta ao grave quadro epidemiológico de doenças crônicas não transmissíveis. Tais medidas tornam-se imperativas, uma vez que o excesso de peso e a obesidade estão entre os cinco maiores fatores de risco de mortalidade no mundo (WHO, 2017) [World Heallh Organization. Em português, Organização Mundial da Saúde].

A Lei nº 13.666/2018 ressalta que o tema deve ser abordado de forma transversal nas disciplinas obrigatórias, e não em disciplinas específicas. Dessa forma, os nutricionistas que exercem as suas atividades na área de educação devem acompanhar todas as fases de planejamento, desenvolvimento, monitoramento e avaliação da inserção das ações de EAN nas disciplinas do plano pedagógico das escolas, independentemente de estarem atuando na rede pública ou privada de ensino. Ainda que o nutricionista não assuma a responsabilidade direta de ministrar aulas em EAN, caberá a esse profissional coordenar, com a comunidade escolar, as maneiras de abordagem do conteúdo nessa área, sejam elas pedagógicas, lúdicas, entre outras.

Logo, a abordagem transversal do tema não caberá necessariamente a um profissional específico, mas, sim, aos professores de educação básica, que devem possuir, no mínimo, curso de licenciatura plena (Lei nº 9.394/1996).

Entendemos que a Lei 13.666/2018 é um potencial instrumento de ampliação da atuação do nutricionista em EAN. O CFN discutirá o tema como parte de sua agenda prioritária, com o objetivo de buscar formas de apoio ao nutricionista para o desempenho dessas atividades.

Fonte: CFN

Postado em Notícias | Tagged | Comentários desativados em A Educação Alimentar e Nutricional é atividade a ser exercida pelo nutricionista?

Educação Nutricional e Alimentar nas escolas vira lei.

Imagem: Reprodução

Foi publicada no Diário Oficial da União da última quinta-feira, 17 a Lei 13.666/2018, estabelecendo que os currículos dos ensinos fundamental e médio deverão incluir o assunto educação alimentar e nutricional nas disciplinas de ciências e biologia, respectivamente.

O texto, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996), tem origem no substitutivo ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 102/2017, aprovado no Plenário do Senado em abril. As novas regras entram em vigor daqui a 180 dias.

A intenção do autor do projeto, deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), é reduzir a obesidade infantil, além de assegurar informações sobre alimentação saudável aos cidadãos desde novos. Para o relator no Senado, senador Pedro Chaves (PRB-MS), o tema é de grande importância nos tempos atuais, em que adultos com pouca formação ou com hábitos alimentares inadequados terminam por reforçar o interesse de crianças e adolescentes por uma dieta pouco nutritiva.

Currículo

São disciplinas obrigatórias do ensino básico (infantil, fundamental e médio): português, matemática, “conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política, especialmente do Brasil” (ciências e estudos sociais), além de arte e educação física.

Entre os conteúdos transversais previstos estão: direitos humanos e prevenção à violência contra crianças e adolescentes, estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena. A partir do sexto ano do ensino fundamental é ofertada a língua inglesa. Os currículos têm uma base nacional comum, que é complementada por uma parte diversificada, de acordo com características regionais e locais.

Fonte: Agência Senado

Postado em Notícias | Comentários desativados em Educação Nutricional e Alimentar nas escolas vira lei.

CRN-1 REALIZA VISITAS E ACOMPANHA MONITORAMENTO DO PNAE EM ESCOLAS DO DF

No período de 02 a 11 de maio de 2018 o Conselho Regional de Nutricionistas da 1ª Região (CRN-1), acompanhado de representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Conselho de Alimentação Escolar (CAE-DF), realizou uma série de visitas a Unidades Escolares das Regionais de Ensino do Plano Piloto (Brasília e Cruzeiro), Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Gama, Santa Maria, Paranoá, Sobradinho, Núcleo Bandeirante e São Sebastião.

A convite do FNDE, que através de sua equipe de monitoramento “in loco” realizou o trabalho de verificação de conformidade da execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) à legislação federal, o CRN-1 teve como papel durante as visitas a averiguação do cumprimento das atribuições dos nutricionistas da SEE/DF.

Irregularidades no PNAE e atuação do Conselho
Em abril desse ano, o CAE DF enviou ao FNDE o Relatório de Acompanhamento da Gestão do PNAE no DF em 2017, no qual foram apontadas diversas irregularidades na execução do programa, como por exemplo o número insuficiente de nutricionistas no quadro técnico da SEE/DF e ausência de Manual de Boas Práticas nas cozinhas das escolas, dentre outras. O documento reforçou a necessidade do monitoramento presencial, assim como a cobrança das medidas cabíveis e urgentes para adequação do programa no DF. O relatório do CAE pode ser acessado na íntegra aqui.
Além das visitas conjuntas realizadas no início desse mês, o CRN-1 cumpre dentro de sua rotina, o trabalho de fiscalização nas escolas do DF e  também conta com duas nutricionistas representantes do órgão, como conselheiras do CAE e portanto atuantes de forma contínua na fiscalização da execução do PNAE e demais questões da alimentação escolar no DF.

Próximos passos
Está previsto para que seja apresentado ainda em maio o relatório preliminar do FNDE, com constatações e orientações prévias sobre os trabalhos realizados nas semanas de monitoramento e servirá de base para a elaboração do relatório final, o qual estabelecerá os prazos de atendimento e, caso não houver, as sanções pertinentes. O CRN-1 também apresentará relatório que será enviado aos órgãos relacionados e exigidas as devidas providências.

Fonte: Comunicação CRN-1

Postado em Notícias | Tagged , , , | Comentários desativados em CRN-1 REALIZA VISITAS E ACOMPANHA MONITORAMENTO DO PNAE EM ESCOLAS DO DF

PL apoia flexibilização do uso de agrotóxicos no Brasil

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) acompanha sistematicamente, na Câmara dos Deputados, a tramitação do Projeto de Lei nº 6299/02, que propõe alterar os artigos 3º e 9º da Lei nº 7.802, de 11 de julho de 1989, e representa retrocesso à segurança alimentar e nutricional, bem como ameaça à saúde e ao meio ambiente. Estão apensadas ao projeto outras 17 propostas que modificam a legislação vigente de forma substancial, propondo, inclusive, a substituição do nome ‘agrotóxico’ por ‘defensivos agrícolas’ ou qualquer expressão equivalente, defendida pelos ruralistas como “produtos fitossanitários” ou “produtos de controle ambiental”.

 Riscos — As alterações propostas pelo PL nº 6299/02 limitam a atuação de órgãos de controle na liberação dos agrotóxicos usados no País para a agricultura. De acordo com o parecer do relator do projeto, deputado Luiz Nishimori, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pode liberar, de maneira autocrática, o uso de agrotóxicos mesmo sem as análises do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), instituições que, além do Mapa, também regulam a liberação desses produtos.

O projeto possibilita o registro temporário de agrotóxicos que já tenham sido liberados em pelo menos três países-membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Nesse caso, não seria necessário esperar as análises do Ibama nem da Anvisa, ficando aberto o princípio da precaução.

 O relatório do deputado Luiz Nishimori também acaba com a proibição expressa na atual legislação sobre o registro de produtos que representam risco à saúde, como má-formação de fetos, câncer, mutações ou distúrbios hormonais. Pelo texto da Lei dos Agrotóxicos, os trechos com menções aos danos que os produtos podem causar seriam substituídos por expressões genéricas, tais como “produtos que apresentam risco inaceitável aos seres humanos ou ao meio ambiente”.

Mobilização — O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) integra a ação #ChegaDeAgrotóxicos e, com mais 269 entidades da sociedade civil, assinou o Manifesto Contra o Pacote do Veneno, repudiando o PL 6299. É importante destacar que, com as leis atuais, o Brasil é o maior consumidor mundial de agrotóxicos. Os venenos aqui taxados não pagam diversos impostos e são responsáveis por graves índices de adoecimento. Caso o projeto seja aprovado, a situação do País será perversamente agravada.

O CFN é uma entidade formada por profissionais de Nutrição e técnicos em Nutrição e Dietética. Tem como fundamentos de atuação os princípios da segurança alimentar e nutricional, bem como do direito humano à alimentação adequada. Portanto, torna-se imperativa a rejeição do relatório do deputado Nishimori, que flexibliliza o registro e a comercialização de agrotóxicos, agravando os efeitos danosos de sua utilização e afetando os sistemas alimentares.

Você também pode ajudar com ações pela rejeição do projeto, pressionando o deputado federal do seu estado a votar contra o Pacote do Veneno. Envie e-mail para os parlamentares que integram a comissão da Câmara que vai analisar o PL na próxima quarta-feira, dia 16.

Entre em contato com os deputados para que rejeitem o parecer! Assine e divulgue os manifestos contra o pacote que estão nos seguintes links: http://contraosagrotoxicos.org/manifesto-contra-o-pacote-do-veneno/.
http://www.chegadeagrotoxicos.org.br/

Envie agora um e-mail para o deputado do seu estado. Sugestão de texto:

Exmo(a) Sr(a) Deputado(a),

A saúde de toda a população brasileira depende de alimentos adequados e saudáveis, produzidos de maneira sustentável e livre de venenos. Somos campeões mundiais no consumo de agrotóxicos e utilizamos produtos que já foram banidos em muitos países. São inúmeras e incontestáveis as evidências que relacionam o uso de agrotóxicos com a má formação fetal, a contaminação do leite materno, os diferentes tipos de câncer, a contaminação da água e do solo. Anvisa e Ibama são as instituições competentes para analisar o registro desses produtos. Não podemos colocar as pessoas, o meio ambiente, esta e as futuras gerações em risco maior do que já estamos.

Pela rejeição integral do PL 6299/02!!!

dep.adiltonsache@camara.leg.br‘;
dep.arnaldofariadesa@camara.leg.br‘;
dep.cesarhalum@camara.leg.br‘;
dep.covafilho@camara.leg.br‘;
dep.helioleite@camara.leg.br‘;
dep.luiscarlosheinze@camara.leg.br‘;
dep.rogeriopeninhamendonca@camara.leg.br‘;
dep.sergiosouza@camara.leg.br‘;
dep.terezacrisna@camara.leg.br‘;
dep.valdircolao@camara.leg.br‘;
dep.zesilva@camara.leg.br‘;
dep.aeltonfreitas@camara.leg.br‘;
dep.bohngass@camara.leg.br‘; ‘
dep.evandroroman@camara.leg.br‘;
dep.joaodaniel@camara.leg.br‘;
dep.luiznishimori@camara.leg.br‘;
dep.marcosmontes@camara.leg.br‘;
dep.padrejoao@camara.leg.br‘;
dep.alessandromolon@camara.leg.br‘;
dep.heitorschuch@camara.leg.br‘;
dep.luizcarloshauly@camara.leg.br‘;
dep.raimundogomesdematos@camara.leg.br‘;
dep.sarneyfilho@camara.leg.br‘;
dep.afonsomoa@camara.leg.br‘;
dep.professorvictoriogalli@camara.leg.br‘;
dep.augustocarvalho@camara.leg.br‘;
dep.carloshenriquegaguim@camara.leg.br‘;
dep.celsomaldaner@camara.leg.br‘;
dep.jeronimogoergen@camara.leg.br‘;
dep.josuebengtson@camara.leg.br‘;
dep.mandea@camara.leg.br‘;
dep.onyxlorenzoni@camara.leg.br‘;
dep.alneucortes@camara.leg.br‘;
dep.niltotao@camara.leg.br‘;
dep.patrusananias@camara.leg.br‘;
dep.pauloteixeira@camara.leg.br‘;
dep.domingossavio@camara.leg.br‘;
dep.juliodelgado@camara.leg.br‘;
dep.nilsonleitao@camara.leg.br‘;
dep.odoricomonteiro@camara.leg.br‘;
dep.sheridan@camara.leg.br‘;
dep.assisdocouto@camara.leg.br‘;
dep.chicoalencar@camara.leg.br‘;
dep.adalbertocavalcan@camara.leg.br‘;

Fonte: CFN

Postado em Notícias | Tagged , , , | Comentários desativados em PL apoia flexibilização do uso de agrotóxicos no Brasil

Senado aprova inclusão da educação alimentar e nutricional no currículo escolar

Em abril, o Plenário do Senado aprovou a inclusão dos assuntos de educação alimentar e nutricional nas disciplinas de ciências e biologia nos currículos dos ensinos fundamental e médio (PLC 102/2017). A decisão precisa ser celebrada: trata-se de uma oportunidade de levar ao ambiente escolar as discussões em torno da agenda de promoção da alimentação saudável e adequada.

O texto, proposto pelo deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP), foi aprovado no Senado na forma de substitutivo do senador Pedro Chaves (PRB-MS). Por entender que a legislação não permite que um mesmo assunto seja disciplinado por mais de uma lei, ele transformou o projeto em um artigo a ser incluído no corpo da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), que trata do currículo da educação básica. Como foi alterado no Senado, o projeto volta para análise da Câmara dos Deputados.

O ambiente escolar é tido como prioritário para a promoção da alimentação saudável e adequada, por caracterizar-se como um espaço de formação de indivíduos em desenvolvimento, no qual as pessoas passam – principalmente as crianças e jovens, mas também toda a comunidade escolar – grande parte do seu tempo. Em função disso, as escolas podem fazer muito mais do que outras instituições de forma a contribuir com a formação de atitudes mais saudáveis.

Leia aqui o registro da Agência Senado sobre a aprovação do PLC 102/2017. Leia também reportagem recente do site O Joio e o Trigo e do jornal O Globo sobre ações da indústria de alimentos não saudáveis no ambiente escolar que reforçam a necessidade de politicas coordenadas que garantam proteção da escola e dos alunos.

Fonte:  Aliança Pela Alimentação Adequada e Saudável

Postado em Notícias | Comentários desativados em Senado aprova inclusão da educação alimentar e nutricional no currículo escolar

Chapa 1 é eleita para gestão do CFN

Publicado no Diário Oficial da União de hoje, 26 de abril, o resultado da eleição dos membros do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), para o triênio 2018-2021. A sessão do Colégio Eleitoral foi realizada dia 25 de abril, para a votação. Concorreram duas chapas e a vencedora foi a de número 1 – INTEGRAR, VALORIZAR E INOVAR, com os seguintes componentes:

EFETIVOS
Albaneide Maria Lima Peixinho – CRN-1 205
Kely Szymanski – CRN-2 8997D
Silvia Maria Franciscato Cozzolino – CRN-3 621
Alcemi Almeida de Barros – CRN-4 931002338
Rita de Cássia Ferreira Frumento – CRN-5 1887
Nancy de Araújo Aguiar – CRN-6 1861
Darlene Roberta Ramos da Silva – CRN-7 1137
Raul von der Heyde – CRN-8 555
Elisabeth Chiari Rios Neto – CRN-9 6059

SUPLENTES
Lorena Gonçalves Chaves Medeiros -CRN-1 2710
Vânia Passero – CRN-10 0520
Dulce Lopes Barboza Ribas – CRN-3 4240
Myrian Coelho Cunha da Cruz – CRN-4 83100019
Fábio Rodrigo Santana dos Santos – CRN-5 1691
Vanille Valério Barbosa Pessoa Cardoso – CRN-6 4377
Juliana Aparecida Dias Maciel – CRN-7 3606
Sônia Regina Barbosa – CRN-8 79
Joyce Andrade Batista – CRN-9 6319

 

Fonte: CFN

 

Postado em Notícias | Comentários desativados em Chapa 1 é eleita para gestão do CFN

Nome Social

Qualquer profissional que desejar incluir seu nome social nos registros dos sistemas de informação do CRN-1, bem como solicitar nova via de Carteira de Identidade Profissional deve:

– Preencher o formulário de Requerimento de Inclusão de Nome Social, disponível aqui

– Entregar o formulário, juntamente com os documentos de identidade e CPF atualizados e uma foto 3×4

– Devolver a Carteira de Identidade Profissional original

– Pagar taxa referente a solicitação de 2ª via de documentação profissional.

Postado em Notícias | Tagged , | Comentários desativados em Nome Social

Nota de esclarecimento – Consulta Pública referente a Suplementos Nutricionais

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) esclarece que a Consulta Pública da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nº 460/17 não propõe a transformação de suplementos nutricionais em medicamentos sob prescrição médica. A proposta da Anvisa possibilita o registro como suplementos nutricionais de produtos hoje enquadrados como medicamentos, o que ampliará a atuação do nutricionista.

O objetivo da Anvisa é alterar as normas previamente publicadas (Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 24/2011, RDC nº 107/2016 e Instrução Normativa nº 11/2016), para permitir a diferenciação entre medicamentos e suplementos nutricionais. Dessa forma, vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas de uso oral, que cumpram os requisitos para se enquadrarem como suplementos, previstos no texto da Consulta Pública nº 456/2017, passarão a ser regulamentados como suplementos nutricionais e não mais como medicamentos.

Diante desse esclarecimento, convidamos os nutricionistas a conhecerem a Consulta Pública nº 460/17  e obter mais informações na área de “Documentos Relacionados”. Em função da complexidade e abrangência da temática Suplementos Nutricionais, a Anvisa dividiu o assunto em outras consultas, que também podem ser acessadas para se compreender melhor a proposta completa (Consultas Públicas n.º 454, CP n.º 456, CP n.º 457, CP n.º 458 e CP n.º 459/17 ).

O CFN reforça a importância dos nutricionistas contribuírem com a Consulta Pública nº 460/17. As colaborações podem ser enviadas até 9 de abril.

Fonte: CFN 

Postado em Notícias | Comentários desativados em Nota de esclarecimento – Consulta Pública referente a Suplementos Nutricionais

Nota de Falecimento

É com grande tristeza que informamos o falecimento da nutricionista e funcionária do CRN-1 Luana Suemy Nogueira.

Ao longo de 6 anos em que foi funcionária dessa instituição Luana se mostrou dedicada, comprometida, colaborativa e disposta a sempre trabalhar em equipe.
Todos nós, colegas e Conselheiros, estamos consternados e lamentamos muito seu falecimento prematuro.

Nossos sentimentos estão com a família e amigos e desejamos que Deus conforte a todos.

Postado em Notícias | Comentários desativados em Nota de Falecimento