Anvisa interdita suplementos e comprimidos da Nutrigold classificados como “novos alimentos”

A Anvisa interditou nesta terça-feira (22) mais de 12 toneladas de produtos semiacabados e mais de 250 itens diferentes da empresa Nutrigold do Brasil Suplementos Alimentícios LTDA. Uma vistoria feita entre 7 e 11 de novembro constatou a ausência de comprovação do registro de suplementos em cápsulas e comprimidos classificados como novos alimentos.

Também foram interditados cosméticos e outros produtos fabricados pela empresa, por irregularidades como a presença de ativos farmacêuticos vegetais (medicamentos) nos cosméticos sem a devida autorização e licenciamento.

Ao todo foram lavrados 19 autos de infração. A ação foi realizada de forma conjunta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo (CVS/SP) e Vigilância Sanitária do Município de Jacareí.

Uma Resolução já havia determinado a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação e comercialização de medicamentos desta empresa. No entanto, foi constatado o descumprimento da norma por parte da empresa em razão da comercialização de produtos com ingredientes como GABA (ácido gama-aminobutírico), Tribulus terrestris, Garcinia cambodja, Mulungu, Ginseng, entre outros.

O CVS/SP e a Vigilância Sanitária de Jacareí (SP) acompanharão a empresa para garantir que as determinações sejam cumpridas.

Fonte: Anvisa

 

Este post foi adicionado em Institucional, Notícias com a tag(s) , , , , , . Crie um bookmark do link permanente.